Oficina de projetos 


Foi-se o tempo em que as verbas institucionais eram decididas de forma centralizada. Atualmente, boa parte dos recursos são disponibilizados por meio de editais ou plataformas, exigindo que o requerente apresente um bom projeto a fim de conseguir uma fatia do recurso disponível.

A oficina promovida pelo PROLER na última quinta-feira, 23/02, contou com participantes de toda a região abrangida pelo Comitê Regional de Blumenau. Além da coordenação local e membros, esteve presente a coordenadora do PROLER Nacional, Carmem Pimentel, que nos honrou com sua presença e participação.

O proponente da oficina, Rodrigo Dal Molin, elaborou uma apostila com conteúdos específicos sobre o tema, a qual foi entregue aos participantes no início da manhã, em sua maioria, professores, bibliotecários, agentes de leitura, ansiosos por aprender a fazer projetos.

O fato de a oficina acontecer nos espaços da FURB, possibilitou aos participantes de outras cidades conhecerem a biblioteca daquela instituição, durante o tempo que sobrou do intervalo do almoço.

A turma foi dividida em quatro grupos para desenvolver projetos em quatro vertentes: formação, eventos, estrutura e tecnologia. Uma pergunta importante deve ser feita, segundo Dal Molin, durante a elaboração da proposta: “o projeto vai solucionar o problema para o qual foi elaborado?” Os grupos partilharam os projetos desenvolvidos.

Ao final da oficina, o portal de apresentação de propostas culturais e acompanhamento de projetos   via web - Salic Web - do portal do Ministério da Cultura, foi apresentado, com dicas exemplos  e dúvidas esclarecidas.

Munidos do conhecimento adquirido, os participantes da oficina já podem começar a fazer projetos que captem recursos para a área da leitura. Basta se cadastrar no Ministério da Cultura ou enviar projetos para os demais editais abertos indicados pelo palestrante.

Fonte: Suzana Mafra l Integrante do Comitê Regional do Proler Blumenau, representante de Brusque


Confira as fotos:





A leitura de abertura foi realizada em homenagem ao nosso eterno Bartô, que nos deixou seu encantamento pelas palavras e nos encantará pela eternidade.

"Para bem criar passarinho é necessário prender o universo – dos
mares ao firmamento – em uma gaiola respirando azul e infinito por
todos os lados. É seguro declarar que nenhum espaço é demais para
os vôos. Para bem criar passarinhos é preciso experimentar as asas,
sempre."

Para criar passarinho l Bartolomeu Campos de Queirós


Comentários

  1. Adorei tudo! Conhecer vocês, participar da oficina, fazer novos amigos! Respirei azul e infinito! Experimentei, mais uma vez, as asas!!!
    Beijos a todas e todos!
    Carmen

    ResponderExcluir
  2. A vida é repleta de experimentos e é preciso ter coragem SEMPRE... A Oficina permitiu um abrir no olhar para no papel concretizar. É um orgulho fazer parte de um Programa tão sério como este: PROLER!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria que conhecessem nossa iniciativa:
    http://arteamiga.wordpress.com/2012/03/07/a-freguesia-esta-lancada/
    Josiane

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *